Tags

, , , , , , , , , , , ,

Depois do término das Olimpíadas vamos aos fatos e aos números: o país com o maior número de medalhas foi realmente os EUA, com 104 medalhas no total. A China, não conseguiu superar os americanos, mas vem logo em seguida com 88 medalhas. E os anfitriões da casa, conseguiram com louvor o terceiro lugar, finalizando as competições com um total de 65 redondas! Acompanhe abaixo alguns destaques dos Jogos Olímpicos.

Enquanto o GB Team quebrava todos os recordes com o número de medalhas conquistadas, muitos países se decepcionaram com a performance de seus times. O Canadá conquistou somente uma medalha de ouro. Australia teve que reduzir suas expectativas, mudando de 46 medalhas ganhas em Beijing  para 35 ao final dos jogos. A performance da Alemanha foi taxada de vergonhosa, por um de seus próprios atletas, mesmo terminando em 6º lugar no quadro geral. EUA e China lideraram a grande maioria dos games.

-londres-2012-jogos-olimpicos

Dominando inúmeras modalidades, o hino americano foi tocado inúmeras vezes e se tornava quase onipresente quando Michael Phelps  e Ryan Lochte aproximavam-se das raias da piscina olímpica. A China também desbancou muitos atletas fortes e demonstrou invencibilidade com nadadores como Sun Yang, recordistas dos 1.500m e Ye Schiwen medalhistas de ouro nos 400m medley. A Grécia, não conquistou nenhuma medalha de ouro, talvez a terra natal do espírito olímpico foi afetada pelas constantes incertezas econômicas do país. Igualmente, a Espanha que terminou em 21º lugar com 17 medalhas sendo 3 delas de ouro, relembrou de suas 13 medalhas de ouro ganhas em Barcelona e declarou que muitos espanhóis não olharam para os Jogos Olímpicos buscando a glória, mas sim um emprego.

Do Caribe, vieram muitas vitórias. Começando com Cuba, que apesar dos pesares político-econômico ficou na frente de muitos países Sul Americanos com 5 medalhas somente de ouro e 14 no total. Dominando as provas de 100m e 200m rasos tanto em Londres quanto em Beijing, os países das ilhas caribenhas ficaram a frente de muitas potencias. Kirane James, de Granada (população de 100mil hab.) foi ouro nos 400m no atletismo e Bahamas ganhou com o revezamento 4×400. Sem a necessidade de apresentações, os Jamaicanos não deixaram nada a desejar. Usain Bolt e Yohan Blake, a dupla mais rápida do mundo, veio acompanhada de outros nomes de peso como Michael Frater e Nesta Carter para consagração do ouro no revezamento 4×100. Warren Weir também acompanhou a vitória dos jamaicanos na prova dos 200m. As meninas jamaicanas também arrasaram no revezamento 4×400 (bronze) e 4×100 (prata). Shelly-Ann Fraser-Price e Veronica Campbell-Brown foram apenas alguns dos nomes mais destacados e vitoriosos do atletismo feminino em Londres.

usain-bolt-londres-2012-jogos-olimpicos

Assim como eles, os africanos da Argelia (Taoufik Makhloufi) e Uganda (Stephen Kiprotich) também garantiram a Gold Medal com seus atletas campeões do atletismo. O Quênia também conquistou todas suas 11 medalhas no atletismo com atletas como Rudisha (800m) e Ezekiel Kemboi (3000m obstáculos) ambos com o ouro e ainda foi o país africano com mais medalhas conquistadas.  Ainda deste continente, a África do Sul, Etiópia, Tunísia, Egito, Bostwana, Gabão e Marrocos conquistaram ao menos uma medalha olímpica cada nestes jogos.

Tiveram ainda muitos momentos marcantes nestes jogos. Foram 11.028 atletas participantes. A Itália conquistou o ouro, prata e bronze no florete individual feminino da esgrima. A lituana Ruta Meilutyte com apenas 15 anos, foi ouro nos 100m peito da natação. Oscar Pictorius foi o 1º atleta bi-amputado a competir nos Jogos Olímpicos. E outros feitos mais do que interessantes que infelizmente não cabem em um único post.

O Brasil ficou em 22º lugar com 17 medalhas, sendo 3 de ouro, 5 de prata e 9 de bronze. Para quem não viu os medalhistas foram:

OURO:  Sarah Menezes – Judô  (Veja aqui como foi)

OURO:  Arthur Zanetti – Argolas da ginástica  (Veja aqui como foi)

OURO: Vôlei Feminino (Veja aqui como foi)

PRATA: Thiago Pereira – Natação (Veja aqui como foi)

PRATA:  Alison e Emanuel – Vôlei de Praia (Veja aqui como foi)

PRATA:  Esquiva Falcão – Boxe (Veja aqui como foi)

PRATA:  Vôlei Masculino (Veja aqui como foi)

PRATA: Futebol Masculino (Desculpe-me mas já tem muito futebol na televisão todos os dias)

BRONZE: Cesar Cielo – Natação (Veja aqui como foi)

BRONZE: Felipe Kitadai – Judô (Veja aqui como foi)

BRONZE: Rafael Silva – Judô (Veja aqui como foi)

BRONZE:  Mayra Aguiar – Judô (Veja aqui como foi)

BRONZE:  Adriana Araújo – Boxe (Veja aqui como foi)

BRONZE:  Yamaguchi Falcão – Boxe (Veja aqui como foi)

BRONZE: Robert Sheidt e Bruno Prada – na Vela (Veja aqui como foi)

BRONZE:  Juliana e Larissa – Vôlei de Praia (Veja aqui como foi)

BRONZE:  Yane Marques – Pentatlo Moderno (Veja aqui como foi)

Veja aqui o quadro completo de medalhas.

Independente de orgulho, descontentamento, investimentos corretos ou indevidos e estratégia adotada, deixe aqui a sua opinião sobre o desempenho do Brasil e de cada país que você acompanhou. O que os Comitês Olímpicos deveriam fazer para os próximos 4 anos? Quais as suas ideias e pensamentos? É contra o espírito olímpico preocupar-se demais com o que cada país ganha? Reflita, comente e desabafe a respeito, o espaço é todo seu!

Créditos: vídeos Globo Esporte, fotos ABC.NET
About these ads