Tags

, , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Parece que a cada ano os supermercados se antecipam e ficam lotados de ovos de Páscoa, antes mesmo de você guardar a sua fantasia do carnaval. Vivemos com o capitalismo grudado em nosso pescoço e a sazonalidade castiga muitos mercados.

Por isso, para muitos empresários aumentar os turnos nas fábricas, alugar armazéns, contratar promotores, negociar com clientes, são primordiais para que os ovos cheguem com antecedência ao varejo.

O Idec (Instituo Brasileiro de Defesa do Consumidor) avaliou preços e a qualidade dos chocolates para este ano e chegou à conclusão que para esta Páscoa, em alguns casos, o brasileiro vai ter que desembolsar em média 20% a mais para encher a cestinha de ovos. Por isso, cuidado com as filas que antecedem o domingo de páscoa, provavelmente continuarão grandes, devido às costumeiras ofertas e promoções já conhecidas.

Uma dica: muitas vezes, marcas como Nestlé contratam parceiros para produzir ovos e mantém seus preços mais altos. No entanto, estes parceiros são os mesmos que produzem ovos com valores mais em conta, como a Panificadora Cepan Ltda, a mesma dos ovos “Village” que foi contratada pela Nestlé para confecção dos ovos “Times” e “Fadas” que chegam com preços mais elevados no mercado.

A criatividade continua em alta neste mercado. Muitas marcas desenvolvem, ou mesmo recriam moda, para garantir seu faturamento. A Ferrero Rocher criou um site interativo para divulgar sua linha de produtos, incentivando a interação do público através de uma ferramenta onde o internauta seleciona o ovo que gostaria de ganhar e envia um cartão personalizado, com a sua foto, para sua lista de amigos como sugestão de presente.

E não são somente as marcas de chocolate que aproveitam a data. A Fiat lançou, em parceria com a Top Cau, um ovo que homenageia o carro “Cinquecento”. O ovo de chocolate ao leite vem acompanhado de uma miniatura do carro, disponível nas cores amarelo, preto, branco e vermelho, ao preço sugerido de R$ 25,00 nas Lojas Americanas.

Trazido para o Brasil em 2011 pela suíça Nestlé, o chocolate Kit Kat foi desenvolvido em formato de ovo de páscoa especialmente para o consumidor brasileiro. O produto está sendo comercializado em uma caixa, que acompanha alguns dos chocolates originais.

Até mesmo a Sturbucks identificou o potencial da época e lançou pela 1ª vez Ovos de Páscoa nos sabores mousse ao leite e crocante, nas versões 45g, 250g e 500g, variando de R$ 9,90 a R$ 59,90 na versão mais pesadinha.

Há ainda as marcas mais ousadas que não querem perder esta boquinha. A Skol lançou um engradado de ovos feitos com cerveja. Isso mesmo, em parceria com a chocolateria Folie, os ovos de chocolate trufado com recheio possuem Skol em sua composição. Pelos menos é o que eles alegam e mostram no vídeo de promoção da marca que atrelou a sua Fan Page como canal de vendas do “Redondinho”. http://www.youtube.com/watch?v=BtSSgfOmis0

Na mesma linha o whisky Jack Daniel´s lançou a sua barra de chocolate com recheio de nada mais nada menos que o seu próprio whisky. Em parceria com a Goldkenn na produção do chocolate, a barra de 100g custa R$ 19,00, mas para alguns (ou para muitos) infelizmente ainda não está à venda no Brasil.

Outra novidade interessante são os ovinhos de Halls, lançados pela Lacta. Em uma embalagem com três sabores, o consumidor pode encontrar a combinação de chocolate ao leite com cristais de halls nos mini-ovos com sabores morango, mentol ou extra-forte. Do mesmo fabricante, o conhecido chocolate Toblerone, ficou realmente muito interessante vindo dentro de uma embalagem de plástico em formato de ovo, recheada com mini bombons triangulinhos embalados individualmente.

A parceria entre algumas marcas e empresas parece se fortalecer nesta época. O aumento da demanda de licenças cresceu de 10% a 12% em 2011, tornando a Páscoa a 3ª maior data no calendário da Warner Bros. Os licenciamentos trazem para o mercado personagens, filmes e personalidades, todos em forma de chocolate. Alguns deles: Ben 10, Turma da Mônica, Justin Bieber, Piratas do Caribe e A Era do Gelo já fazem parte dos investimentos para ganhar a atenção dos públicos jovem e infantil e incrementar ainda mais as vendas.

Opções é que não vão faltar para você ganhar mais algumas calorias. Entre lançamentos e novidades, pelo menos, você pode usar a desculpa que está apenas experimentando e contribuindo como um consumidor ávido por produtos inusitados.

Enfim, para o consumidor, mais uma opção, mais um presente, mais um item no cartão de crédito. Para as indústrias, é mais um mês de sazonalidade onde o planejamento, o lançamento de novos produtos e a entrada em novos nichos pode incrementar o faturamento e fazer com que valha a pena acreditar em coelhinho da páscoa.

Contribuição Fontes: Portal FBDE Nexion, Mundo do Marketing, Logística Descompliacada.com e Marketing na Cozinha.