Tags

, , , , , , , , ,

Além de estádios e ginásios especialmente construídos para as Olimpíadas, a cidade de Londres terá muitas surpresas. Os ingleses, preocupados com a economia verde e sustentável, abusaram de inovações que irão surpreender muitas pessoas este ano. No que diz respeito ao transporte, aos locais, as fontes de energia, a poluição extra produzida à época e muitos outros temas foram considerados em projetos de dar inveja a qualquer país. Veja alguns deles.

parque-olimpico-londres-2012

Onde hoje está construído o Parque Olímpico, em um complexo de 2,5 milhões de km quadrados, localizado no distrito de Stratford, antes era uma região industrial. O projeto de revitalização levou 4 anos para ser finalizado e contou com mais de 200 milhões de libras para limpar a área de produtos tóxicos e solo contaminado. Foi a maior operação de descontaminação já realizada no reino Unido e rendeu uma nova cobertura verdinha no solo com cerca de 4 mil árvores e 300 mil plantas.

o-parque-olimpico-de-londres

Postes com células fotovoltaicas irão iluminar a cidade até o mês de Setembro. Ross Lovegrove é o designer responsável pelo projeto que traduz a iluminação em árvores que possuem folhas capazes de captar a luz do sol e transforma-la em eletricidade. Os postes “nasceram” no mês de maio deste ano, durante a Clerkenwell Design Week, feira que mistura inovações tecnológicas e sustentáveis.

poste-arvore-londres-2012

O tão conhecido ônibus de dois andares que passeia pelas ruas da cidade, foi modernizado com combustível “verde”. Um tipo de tecnologia híbrida que reúne eletricidade e um diesel que emite menos gases poluentes do que a versão original. Além disso, o modelo sofreu adaptações para pessoas com dificuldades de mobilidade e está circulando na cidade desde fevereiro deste ano.

onibus-dois-andares-londres-2012

Para chamar a atenção para as lixeiras recicláveis, quem estiver passando pela cidade poderá dispensar o seu lixo e aproveitar para ouvir as notícias do dia, incluindo informações sobre o mercado financeiro, meio-ambiente, cultura, arte e até previsão do tempo. È que algumas lixeiras estão equipadas com um painel de LCD sensível ao toque e funcionando durante todo o dia, à disposição para quem quiser acessá-las. Na temporada dos jogos, a previsão é incluir sinal de Wi-Fi e conseguir o aumento de reciclagem na capital.

lixeiras-reciclaveis-londres-2012

Arenas recicláveis substituem os grandes e dispendiosos projetos das mega construções. Erguidas dentro dos padrões de sustentabilidade, as arenas construídas para os jogos de basquete e polo aquático podem ser desmontadas e reutilizadas em outras localidades do país, após o término dos jogos. Os bancos, quadras, estrutura de aço ou plástico e cobertura inflável de PVC são desmontáveis.

arena-reciclavel-londres-2012

De dentro do aeroporto para os bolsões do estacionamento e vice-versa, os passageiros só precisarão apertar uma tecla para informar o seu destino e chegar em apenas 4 minutos. Os “Ultra” são pequenos veículos elétricos que comportam até 4 pessoas e deslocam-se a 40km/h dentro do Aeroporto Heathrow International em Londres, sem a presença de condutor. Em substituição aos tradicionais ônibus a diesel que transportam os passageiros, esta é a solução que irá ajudar na locomoção de todos aqueles que chegarão à cidade, diminuindo o tempo de deslocamento e de espera, além da redução de poluentes.

transporte-aeroporto-londres-estacionamento

Estas são somente algumas das soluções sustentáveis que a cidade preparou, considerando o conceito “ecofriendly” espalhado por toda a capital britânica. Diante de um dos eventos esportivos mais importantes do planeta, nada melhor do que investir em projetos inovadores e que privilegiam a preservação do meio-ambiente e qualidade de vida da sociedade. Exemplos que valem ser copiados e multiplicados ao redor do globo.

Crédito imagens: Bol Uol Esportes , Exame Abril , InhabitatWebluxo Baseadonisso,  DragoConsultoria.