Tags

, , , , , ,

Os consumidores, como todos já sabem, estão cada vez mais impertinentes. Querem tudo, a qualquer hora, sob qualquer circunstância e…conseguem. O mercado exige ainda a pré-venda aguçando o cliente, a venda enaltecendo o atendimento e o pós-venda, abrindo todas as possibilidades para um breve retorno. Está sim cada vez mais difícil administrar uma marca onde as alternativas de consumo, serviço e atendimento estão buscando diferenciar-se a cada momento. Mas, uma tendência surge como meio para facilitar o percurso dentro deste mar de angústias que pode vir a rodear muitas empresas.

serviço-consumidor-tendência-mercado-marcas

Estar a serviço de, ajudar, auxiliar, ser útil ou prestável, atender, dar, fornecer, oferecer, ter serventia, ajustar-se a. Algumas definições começam a fazer sentido quando pensamos em ir além. O bom e velho atendimento ao consumidor parece ainda ser fonte inesgotável de sucesso. Algumas pesquisas revelam que a falta de atenção para a experiência final do consumidor, deixa tanta decepção que o investimento realizado nos passos que antecedem a compra, podem se tornar ineficaz. (fonte: Amex) Portanto, a busca dos clientes por empresas e negócios que priorizam a serventia tende a ser uma crescente.

Alguns fatores podem ser identificados como impulsionadores desta tendência. Os consumidores das grandes metrópoles buscam alternativas que os façam aproveitar da melhor maneira sua vida corrida do dia-a-dia. Marcas que facilitam a hiperconectividade e ainda se ajustam perfeitamente, conciliando a vida on-line com a off-line, podem ser uma das favoritas para este tipo de consumidor.

serviço-cliente-tendência-consumidor-mercado

A administração do tempo é outro fator a se considerar. Tudo o que for oferecido e que facilite as tarefas diárias pode ganhar prioridade no ato da compra. Muitas pessoas sentem grande dificuldade em administrar seu tempo livre com suas obrigações, por isso, são preciosas as ferramentas e mecanismos que auxiliem neste processo. Por mais simples que possa parecer oferecer gratificações e principalmente conveniência é um must hoje em dia.

O valor dado à opinião de um amigo ou colega sempre foi algo valioso. Imagine quando os espaços físicos são quebrados e os limites superados pela internet e redes sociais. O famoso boca-a-boca vira 2.0 e o que realmente importa são os comentários e avaliações compartilhados. O descomedimento deste processo pode ser quando as marcas priorizam o consumidor e suas aspirações antes mesmo de seus próprios objetivos. Talvez o cenário esteja realmente mudando e esta se torne uma verdade.

tendência-mercado-consumidor-marketing

Por fim, na prática, algumas atitudes que caracterizam a subserviência deste mercado, são preocupações das marcas em ajudar o consumidor a testar antes de comprar, a monitorar qualquer coisa, a encontrar qualquer coisa, decifrar detalhes em tempo real, estar presente em todos os momentos, inclusive quando o consumidor não sabe que precisa e também onde o governo não está. Uma ajudinha para economizar também é sempre bem-vinda, assim como, sutilezas que melhoram pequenas coisas do dia-a-dia. Ensinar a aproveitar da melhor maneira todo tipo de produto e serviço, oferecer recomendações que não são inúteis e por que não, facilitar sempre.

Abaixo segue uma pequena lista de exemplos em andamento:

 

  1. Westfield (Facilita compras no shopping)
  2. DialDirect.co.za (Iniciativa que concertou mais de 50mil buracos nas ruas de Joanesburgo)
  3. Safaricom.co.ke (Oferece conselhos médicos)
  4. Billshrink (Analisa a conta de telefone e recomenda o plano mais adequado)
  5. Facebook/SamsungMobile (Troca seu aparelho de celular antigo por um novo)
  6. TheAutolyzer(Seleciona o veículo correto para o seu estilo de vida e personalidade)
  7. Hellmanns (Identifica a compra do produto e gera receitas no cupom fiscal do supermercado)
  8. VirginAmerica (Possível votar nas eleições presidenciais americanas através do sistema de entretenimento de bordo)
  9. Tesco (Compras de supermercado através de smartphones no aeroporto e entrega na volta da viagem).
  10. (Teste de DNA em uma van e resultados entregues em sua casa) 

 

Apenas para finalizar, é válido considerar que marcas modelo, como Apple, Microsoft e Coca-Cola possuem seguidores. No entanto, os bons tempos de idolatria das marcas faz parte do passado. Todas as outras devem seguir e servir aos seus consumidores para garantir um lugarzinho ao sol.

Fonte: matéria baseada em artigo publicado no Trendwatching.com. Imagem: Veja.abrilConrado Casa do Conhecimento.